sexta-feira, 28 de maio de 2010



Quando ela se intensifica,

É hora de pausar.


(...)


O papel já não rouba de mim as ideias,

todos os espaços são limitados para acolher meus sentimentos.

Até o próximo...




... talvez.

8 comentários:

  1. bem conseguido!
    fazem-nos muita falta as "pausas".
    abs

    ResponderExcluir
  2. É nescesário buscar nossos sentimentos elevando os pensamentos para a coerência do que iremos dizer na escrita.
    Senão sai coisas que não queriamos dizer.
    Mais sua reflexão é muito satisfatória a quem ler.
    Abraço

    ResponderExcluir
  3. Viver cada sentimento plenamente, completamente.
    Bjs

    ResponderExcluir
  4. Olá Lú....

    Saudades...

    Beijos...

    ResponderExcluir
  5. Viva intensamente o que tiver de viver, mas, jamais esqueça, vc é a vida, depende apenas de vc o que quer que aconteça, vc é mais importante, vc é luz, vc é prioridade...


    Beijos em seu coração

    Rosana Morena!

    ResponderExcluir
  6. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  7. Querida amiga.

    São os sentimentos que levam
    ao papel, a vida, com suas cores
    e traduções.
    Vida de um poema, de uma carta, de um texto,
    criado a imagem e semelhança
    do nosso coração.

    Que haja sempre em
    teu coração espaço
    para os sonhos.

    ResponderExcluir
  8. Pausas, ah como aprendo com elas!
    Não deixe o papel roubar suas idéias, compartilhe com ele.
    Grande Abraço.

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita e comentário.
Volte sempre, pois é e será sempre um prazer dividir minhas letras com você!