sexta-feira, 8 de janeiro de 2010

(RE)COMEÇANDO...

(Re)começo hoje, muito contente, minha tarefa semanal.
Adentrei com pé direito o ano em que meu blog completará seu primeiro aniversário.
Revelo que aprendi a amá-lo como uma mãe que, intransitivamente, ama seu filho. Cuido com carinho e zelo por ele. A relação que faço é por causa da incondicionalidade do sentimento que nos acomete e nos envolve. Ele acolhe meus desabafos, me inspira, me estimula e dá vida.
Eu não tenho um diário comum. Tenho um blog modesto. Tenciono transferir para cá pensamentos, sensações ou impressões, cuidadosamente traduzidos em palavras; às vezes até precárias no universo humano. Palavras estas que ora não são por mim alcançadas, pois parecem fugir ou insistirem permanecer no esquecimento.
Embora por enquanto não tenha conquistado o número de leitores assíduos que anseio, muito me contenta os fiéis contáveis. Sinto que meu laborioso trabalho jamais será em vão. Algum coração já toquei através de minhas letras, e os outros tantos, que podem parecer inatingíveis, também hei de tocar.
Chamo a isto de esperança, o que as pessoas precisam incessantemente cultivar dentro de si, ainda que tal atividade demande certo esforço - especialmente nos dias em que vivemos.
Sou uma pessoa comum e já experimentei a falta de esperança, até mesmo quanto ao prazeroso ato de escrever aqui. Todavia, observei que a mesma esperança tão conhecida teoricamente como "a última que morre", pode ser o primeiro sinal de luz a nos iluminar nas trevas.
Esperança depende muito da fé; a fé é sua razão. Ambas seguem entrelaçadas pelos caminhos da nossa existência. Não faço referências a religiões, mas sim à veemente vivência particular do acreditar; o acreditar que reclama imperiosamente perseverança. Eu diria que acredito e espero - perseverando - que muitas pessoas ainda se convençam de que o hábito da leitura é um bem essencial a qualquer um, desconsiderando diferenças de raça, língua, cultura, modo de ser e pensar e/ou religião.
Lapidar cada palavra e cada frase para torná-las preciosas e resplandecentes antes de presentear o leitor, custa, às vezes, suor e lágrimas, que vêm, amorosamente, agregados à alegria e ao prazer.
Hoje posso dizer que a esperança me conduz, através do aperfeiçoamento da arte, ao aperfeiçoamento da minha alma, a mesma alma que habita em cada vocábulo, em cada pausa, em cada ponto. Diferentes formas, temas e linguagens... E o mesmo sentimento...

Imagem: http://luradoslivros.files.wordpress.com

13 comentários:

  1. "mas sim à veemente vivência particular do acreditar"

    Perfeito! Precisa falar mais alguma coisa! (risos)

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada, Paulo.
    Vivamos acreditando e esperando/perseverando...
    Grande abraço! :)

    ResponderExcluir
  3. Temos que saber que as vezes fazemos o blog e muita gente lê, mas não comenta, então dessa maneira estamos atingindo diversas pessoas.
    Neste ano de 2010 que começa temos realmente que renovar as nossas esperanças e sempre acreditar nos sonhos que temos. Assim fazer com que nossos projetos de ia possam sair de nossos sonhos e se transformar em realidade.
    Continue nos encantando com suas palavras de sabedoria e a mim especialmente...

    Bjos

    ResponderExcluir
  4. Kennedy (meu amor!),

    Concordo com você quando diz que ao criarmos um blog atingimos muita gente; muitos leem e não comentam. É fato! Cada um tem seu motivo.
    Assim como cada qual busca o que é interessante para sua vivência, para seu contexto...
    No entanto, em minha humilde experiência de blogueira, percebo que é através dos comentários ficamos sabendo se as pessoas estão gostando ou não das nossas postagens. É uma forma de melhorarmos, mudarmos nossa linha de escrita, enfim... tentarmos oferecer a qualidade de texto que os leitores merecem.
    Interessante também é esta discussão, essa troca de opiniões, entende?!

    Quanto a renovar nossas esperanças, digo que as minhas estão constantemente renovação [risos], e você sabe!

    Grande beijo,
    Obrigada!

    ResponderExcluir
  5. Lú, Parabéns pelo niver de seu BLOG. Adoro vc!

    Deborah

    ResponderExcluir
  6. Partilhar um pouco do que aprendemos na vida é um dever de cada um. O conhecimento deve ser compartilhado e acredito que podemos crescer muito com o que as pessoas tem a nos oferecer. Parabéns pelos belissimos textos que publica no seu blog. Você realmente tem muito a nos oferecer. Felicidades e boa Semana.

    Um abraço.

    ResponderExcluir
  7. Olá Querída Amiga ?
    tudo bem com vc
    assim espero que tudo,....
    desculpe a ausência
    estive lendo seu blogsite e achei muito lindao
    gostei mesmo
    espero que vc dê uma passada lá no meu ok
    e olhe dê sua opnião no que preciso melhorar-lo ok
    espero sua sinceridade ok
    e também espero que sejamos amigos sinceros ok
    Que o senhor nosso bom DEUS
    te abençoe querída
    Beijinhos
    Will

    ResponderExcluir
  8. Olá, Lucimara. Tudo bem?

    Passando pelo "Textos e Reflexões", peço a você que (re)comece sempre. Com mais ou menos vontade que alguma certa vez, mas comece. E de novo e de novo.

    Obrigado pela visita no VJ.
    Um abraço.

    ResponderExcluir
  9. Esperamos por atualizações. Abraços!

    ResponderExcluir
  10. Amigo Paulo,
    Posto todas as sextas-feiras. Confira!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Carlos Eduardo Romano15 de janeiro de 2010 07:57

    Lucimara se ate o primeiro aniversario do teu blog, voce conseguiu passar e repassar tantas coisas lindas, imagina nos proximos aniversarios.PARABENS PARA VOCE E PELO TEU BLO, continue assim. ROMANO

    ResponderExcluir
  12. Hi friеnds, its еnormous ρaragraph cοnceгnіng cultureand fully
    eхplained, keep it up all the time.

    Feеl free tο surf tο my weblog: blu Cigs

    ResponderExcluir

Obrigada por sua visita e comentário.
Volte sempre, pois é e será sempre um prazer dividir minhas letras com você!